A Cruz Ut Christus Ecclesiam Amavit (Como Cristo Amou a Igreja), criada pelo Padre Miguel Pereira e pelo Atelier Carlos Oliveira, foi originalmente concebida para o IV Simpósio Internacional que se realizou em Fátima em Junho de 2013.

Para realizar a escultura de 2.70 por 1.80m, os seus autores inspiraram-se nas catequeses de S. João Paulo II sobre a Teologia do Corpo e na cruz da Unidade que foi adoptada por Schoenstatt.

Durante os meses que precederam o IV Simpósio Internacional da Teologia do Corpo, a cruz Ut Christus Ecclesiam Amavit (Como Cristo Amou a Igreja) percorreu várias paróquias das dioceses de Lisboa, Setúbal, Leiria-Fátima e Coimbra como forma de anunciar o simpósio e convocar as pessoas à oração diante do mistério do amor de Deus pela Igreja.

A 18 de Junho de 2014, quarta-feira, na praça de São Pedro em Roma, o Santo Padre, o Papa Francisco, recebeu a oferta da Cruz da Teologia do Corpo, feita por uma delegação portuguesa, presidida pelo Padre Miguel Jorge Pereira, presidente da Associação Cultural Amor e Responsabilidade, a qual é responsável pelo estudo e divulgação da Teologia do Corpo em Portugal. Este foi para todos um momento de profunda alegria que coloca o nosso trabalho na continuidade da Igreja: a teologia do Corpo de S. João Paulo II na Teologia do Amor de Bento XVI e completamente entregue à Teologia do Serviço e da Evangelização de Francisco.

Desta delegação portuguesa constavam, entre outros, SS. AA. RR. D. Duarte de Bragança e D. Isabel Heredia, Duques de Bragança; a Drª Isilda Pegado, presidente da Federação Portuguesa pela Vida; a DrªMaria José Vilaça, Presidente da Associação de Psicólogos Católicos; o Dr. Paulo Freire Moreira e a SrªD. Ana Luisa Veiga de Macedo, representantes da Missão Mãos Erguidas; a Enfermeira Vanessa Machado, coordenadora do FertilityCare™ em Portugal; o Dr.José Veiga de Macedo, representante da Fundação A Junção do Bem e o artista Carlos Oliveira, autor da Cruz da Teologia do Corpo ("Ut Christus Ecclesiam Amavit")

Rezamos para que a Cruz original seja colocada num local onde continue a ter vida; a inspirar vida; a apelar à oração; a interpelar outros homens e mulheres para que descubram quem são e nesse descobrir da Verdade desejem ardentemente ser sinal visível do invisível; desejem ser sinal da Imagem e Semelhança de Deus com que Ele mesmo nos criou; desejem viver a vocação a que Deus os chama transbordando do Espírito Santo; desejem viver com Deus na centralidade das suas vidas; desejem ser famílias que se entregam pela Vida; desejem ser bastões vivos da oração; desejem, enfim, fazer este Caminho que é Jesus Cristo, dando no quotidiano das suas vidas testemunho do Amor! desse Amor Humano no Plano Divino tal como Deus-Pai o desejou!

Partilhamos convosco algumas fotos da cruz, da sua criação e da sua oferta ao Santo Padre.

Associação Cultural Amor e Responsabilidade.

 

 

"Que esta obra continue a reflectir o mistério do
amor de Cristo pela Igreja e a interpelar à oração
aqueles que, tocados por este mistério, se entregam
ao imenso amor de Deus."  

Padre Miguel Pereira

"Conduzido por Deus interpretei
as palavras catequéticas do Padre Miguel Pereira,
dando assim forma e vida a esta obra."

Carlos Oliveira | Escultor

 

entregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruzentregacruz

cruzcruzcruzcruzcruzcruzcruzcruzcruz

pode visualizar um vídeo da cruz clicando aqui